Almanaque do Jeremias

VISITAS A PACIENTES NÃO COVID VOLTAM A SER PERMITIDAS NA BAHIA

Acompanhantes não podem ter sintomas gripais, nem terem tido contato recente com casos suspeitos ou confirmados de Covid-19

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O Centro de Operações de Emergências em Saúde da Bahia voltou a liberar visitas a pacientes internados em todas as unidades hospitalares da rede SUS, desde que não seja em decorrência da Covid. 

Serão permitidos dois visitantes por paciente internado, por no máximo 1 hora, com alternância de horários, em enfermarias e unidades fechadas como UTIs, Centro de Recuperação Pós Anestésico, semi-intensiva e sala de estabilização. 

A condição é que seja mantida uma distância mínima de 1,5 m entre pacientes, visitantes e trabalhadores. Visitantes não podem ter sintomas gripais, nem terem tido contato com casos suspeitos ou confirmados de Covid-19 nos últimos 14 dias.

Segundo a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), a reedição da Norma Técnica 66 considera que a presença do visitante é essencial no tratamento e recuperação dos pacientes, desde que observadas algumas medidas como higiene pessoal, uso de máscaras e afastamento social.

As visitas permanecem suspensas em todas as unidades de internação adultos e pediátricos com pacientes com diagnóstico suspeito ou confirmado de Covid-19. Pela normativa, essas unidades de saúde devem continuar a incentivar as visitas virtuais.

Fonte

Redação Almanaque
  • COMPARTILHE

VISITAS A PACIENTES NÃO COVID VOLTAM A SER PERMITIDAS NA BAHIA

07/10/2021 10:55


O Centro de Operações de Emergências em Saúde da Bahia voltou a liberar visitas a pacientes internados em todas as unidades hospitalares da rede SUS, desde que não seja em decorrência da Covid. 

Serão permitidos dois visitantes por paciente internado, por no máximo 1 hora, com alternância de horários, em enfermarias e unidades fechadas como UTIs, Centro de Recuperação Pós Anestésico, semi-intensiva e sala de estabilização. 

A condição é que seja mantida uma distância mínima de 1,5 m entre pacientes, visitantes e trabalhadores. Visitantes não podem ter sintomas gripais, nem terem tido contato com casos suspeitos ou confirmados de Covid-19 nos últimos 14 dias.

Segundo a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), a reedição da Norma Técnica 66 considera que a presença do visitante é essencial no tratamento e recuperação dos pacientes, desde que observadas algumas medidas como higiene pessoal, uso de máscaras e afastamento social.

As visitas permanecem suspensas em todas as unidades de internação adultos e pediátricos com pacientes com diagnóstico suspeito ou confirmado de Covid-19. Pela normativa, essas unidades de saúde devem continuar a incentivar as visitas virtuais.

Fonte: Redação Almanaque

Inscreva-se Newsletter

Inscreva-se em nossa newsletter e receba em primeira mão nossas novidades!
[CARREGANDO...]

Parceiros

Publicidade

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )