Almanaque do Jeremias

ITABUNA: BOLETIM REGISTRA 23 MORTES POR COVID-19 EM MAIO

O número representa uma alta de 4,47%.

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O município de Itabuna, no Sul, registrou 23 óbitos em maio em decorrência do novo coronavírus. A informação tem como base o boletim Covid-19 divulgado nesta segunda-feira (31). O primeiro boletim do último mês foi comunicado pela prefeitura no dia 3 de maio. À época, o total de perdas para o novo coronavírus era de 514. Nesta segunda já eram 537.

O número representa uma alta de 4,47%. Já o número de casos confirmados saiu de 28.875 para 30.618, acréscimo de 1.743 novos casos, o que gerou uma alta de 6%. Em relação aos casos ativos, aqueles em condição de se propagar, houve leve diminuição, saindo de 451 no dia 3 de maio para 428 nesta segunda.

 

LEITOS

Até as 10h15 desta terça-feira (1°), a taxa de ocupação de leitos de UTI na rede pública local era de 78%, sendo 83% no Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães e 50% no Hospital Calixto Midlej Filho. Já em relação à UTI pediátrica, a taxa era de 100%.

 

Fonte

Redação Almanaque
  • COMPARTILHE

ITABUNA: BOLETIM REGISTRA 23 MORTES POR COVID-19 EM MAIO

01/06/2021 10:53


O município de Itabuna, no Sul, registrou 23 óbitos em maio em decorrência do novo coronavírus. A informação tem como base o boletim Covid-19 divulgado nesta segunda-feira (31). O primeiro boletim do último mês foi comunicado pela prefeitura no dia 3 de maio. À época, o total de perdas para o novo coronavírus era de 514. Nesta segunda já eram 537.

O número representa uma alta de 4,47%. Já o número de casos confirmados saiu de 28.875 para 30.618, acréscimo de 1.743 novos casos, o que gerou uma alta de 6%. Em relação aos casos ativos, aqueles em condição de se propagar, houve leve diminuição, saindo de 451 no dia 3 de maio para 428 nesta segunda.

 

LEITOS

Até as 10h15 desta terça-feira (1°), a taxa de ocupação de leitos de UTI na rede pública local era de 78%, sendo 83% no Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães e 50% no Hospital Calixto Midlej Filho. Já em relação à UTI pediátrica, a taxa era de 100%.

 
Fonte: Redação Almanaque

Publicidade

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )