Almanaque do Jeremias

"Espero não sofrer preconceito na câmara de vereadores", afirma Ivete Maria.

Ivete salientou que unirá forças com a também eleita Enilda Mendonça do PT quando necessário.

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Após disputar três eleições para a Câmara de Vereadores de Ilhéus, a servidora federal Ivete Maria (DEM) eleita com 625 votos  para o legislativo local na disputa do último domingo (15), bateu um papo com o comunicador Jeremias Santos na edição desta quarta feira (18) no programa Almanaque da Ilhéus FM 105,9

Além de afirmar que será oposição ao executivo, no que diz respeito aos interesses da população, Ivete salientou que unirá forças com a também eleita Enilda Mendonça do PT e quando necessário, adotará uma postura em favor do governo quando as demandas forem para o bem comum. Ivete disse ainda, que lugar de vereador não é no gabinete, e sim nos bairros. 

Durante a conversa, a vereadora eleita defendeu a institucionalização da bancada feminina para a  próxima legislatura e fez questão de dizer que: " Espero não sofrer qualquer tipo de preconceito na câmara durante meu mandato pelo fato de ser mulher".  

Fonte

Redação Almanaque
  • COMPARTILHE

"Espero não sofrer preconceito na câmara de vereadores", afirma Ivete Maria.

18/11/2020 16:48


Após disputar três eleições para a Câmara de Vereadores de Ilhéus, a servidora federal Ivete Maria (DEM) eleita com 625 votos  para o legislativo local na disputa do último domingo (15), bateu um papo com o comunicador Jeremias Santos na edição desta quarta feira (18) no programa Almanaque da Ilhéus FM 105,9

Além de afirmar que será oposição ao executivo, no que diz respeito aos interesses da população, Ivete salientou que unirá forças com a também eleita Enilda Mendonça do PT e quando necessário, adotará uma postura em favor do governo quando as demandas forem para o bem comum. Ivete disse ainda, que lugar de vereador não é no gabinete, e sim nos bairros. 

Durante a conversa, a vereadora eleita defendeu a institucionalização da bancada feminina para a  próxima legislatura e fez questão de dizer que: " Espero não sofrer qualquer tipo de preconceito na câmara durante meu mandato pelo fato de ser mulher".  

Fonte: Redação Almanaque

Publicidade

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )