Almanaque do Jeremias

COMÉRCIO B=VAREJISTA PREVÊ UM AUMENTO DE 5,4% NAS VENDAS DURANTE BLACK FRIDAY

Primeira parcela do 13ª salário é principal fator para bom desempenho do setor

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado da Bahia (Fecomércio-BA) prevê um aumento de 5,4% nas vendas do comércio varejista da Bahia durante a Black Friday, no fim do mês de novembro. 

A federação aponta a primeira parcela do 13ª salário como o principal fator para o bom desempenho do setor. De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), do Ministério da Economia, a Bahia possui atualmente 1,8 milhão de trabalhadores com carteira assinada, 100 mil a mais do que em relação a 2020 - o que significa que um contingente maior de pessoas que deve receber o 13º salário.

Dos setores mais ligados à Black Friday, a Fecomércio-BA aponta que o destaque das projeções de vendas para o mês de novembro é das lojas de vestuário, tecidos e calçados, com alta anual de 10,5%.

Fonte

Redação Almanaque
  • COMPARTILHE

COMÉRCIO B=VAREJISTA PREVÊ UM AUMENTO DE 5,4% NAS VENDAS DURANTE BLACK FRIDAY

30/10/2021 21:05


A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado da Bahia (Fecomércio-BA) prevê um aumento de 5,4% nas vendas do comércio varejista da Bahia durante a Black Friday, no fim do mês de novembro. 

A federação aponta a primeira parcela do 13ª salário como o principal fator para o bom desempenho do setor. De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), do Ministério da Economia, a Bahia possui atualmente 1,8 milhão de trabalhadores com carteira assinada, 100 mil a mais do que em relação a 2020 - o que significa que um contingente maior de pessoas que deve receber o 13º salário.

Dos setores mais ligados à Black Friday, a Fecomércio-BA aponta que o destaque das projeções de vendas para o mês de novembro é das lojas de vestuário, tecidos e calçados, com alta anual de 10,5%.

Fonte: Redação Almanaque

Publicidade

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )