Almanaque do Jeremias

86% CONHECEM ALGUÉM QUE MORREU DE COVID NO BRASIL

Parcela que se diz muito preocupada com a doença aumentou de 38%, em dezembro, para 52%, em abril.

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Difícil entrar no Facebook nos primeiros meses deste ano e não se deparar com postagens de despedida e homenagens a parentes, amigos ou colegas profissionais que se foram em decorrência da covid-19. Se você está com essa sensação, pode ser bom - embora ainda mais triste - saber que não está só.

Uma pesquisa recente realizada pelo Centro de Pesquisa em Comunicação Política e Saúde Pública (CPS) da Universidade de Brasília (UnB) e pelo Instituto Brasileiro de Pesquisa e Análise de Dados (IBPAD) estima que 86% dos brasileiros conhecem pelo menos uma pessoa que morreu em consequência da doença, podendo ser um membro da família (17%), amigo (22%), ou uma pessoa não tão próxima (63%). E há quem tenha perdido conhecidos em mais de um desses grupos.

Segundo a amostra pesquisada, 70% dos brasileiros consideram que a situação da saúde no país piorou nos últimos três meses, e aumentou de 38% para 52% o percentual de entrevistados que se dizem muito preocupados com a doença entre dezembro e abril - levando em conta pesquisa anterior do IBPAD com a mesma pergunta e metodologia semelhante.

Além disso, 74% acreditam que ficará pior ou igual até julho.

 

 

 

Fonte

Redação Almanaque
  • COMPARTILHE

86% CONHECEM ALGUÉM QUE MORREU DE COVID NO BRASIL

27/04/2021 10:52


Difícil entrar no Facebook nos primeiros meses deste ano e não se deparar com postagens de despedida e homenagens a parentes, amigos ou colegas profissionais que se foram em decorrência da covid-19. Se você está com essa sensação, pode ser bom - embora ainda mais triste - saber que não está só.

Uma pesquisa recente realizada pelo Centro de Pesquisa em Comunicação Política e Saúde Pública (CPS) da Universidade de Brasília (UnB) e pelo Instituto Brasileiro de Pesquisa e Análise de Dados (IBPAD) estima que 86% dos brasileiros conhecem pelo menos uma pessoa que morreu em consequência da doença, podendo ser um membro da família (17%), amigo (22%), ou uma pessoa não tão próxima (63%). E há quem tenha perdido conhecidos em mais de um desses grupos.

Segundo a amostra pesquisada, 70% dos brasileiros consideram que a situação da saúde no país piorou nos últimos três meses, e aumentou de 38% para 52% o percentual de entrevistados que se dizem muito preocupados com a doença entre dezembro e abril - levando em conta pesquisa anterior do IBPAD com a mesma pergunta e metodologia semelhante.

Além disso, 74% acreditam que ficará pior ou igual até julho.

 

 

 

Fonte: Redação Almanaque

Publicidade

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )